Testemunhos

Prof. Dr. Tiago Bilhim

Catarina – Dificuldades Menstruais – Embolização Uterina

Boa tarde

Após realização da minha embolização uterina dia 02 de julho de 2021 gostaria de deixar o meu testemunho sobre o procedimento.

Assim:

“Fiz a minha embolização uterina dia 02 de julho de 2021.

Mas até à “descoberta” desta técnica de embolização e até à consulta com a equipa do Dr. Tiago Bilhim e do Dr. Nuno Costa, passei por diversas situações complicadas que ficaram entretanto resolvidas após o procedimento da embolização. 

Inicialmente, procurei ajuda na medicina interna e na ginecologia pois os sintomas que tinha desde os meus 18 anos (agora com 39 anos) agravaram-se consideravelmente nos últimos 2 anos.

Sofri 3 anemias, a última das quais bastante grave. As hemorragias sempre foram muito acentuadas. Cheguei a contar 14 dias seguidos menstruada. Tinha medo de ir por exemplo ao supermercado ou até da simples deslocação até ao trabalho durante os dias de menstruação. Levantava-me cerca de 4 a 5 vezes durante a noite nos primeiros 6 dias de menstruação. Todos estes sintomas porque tinha um útero miomatoso, ou seja, com diversos miomas que tornavam os dias de menstruação num verdadeiro “inferno”, deixando-me sem qualquer qualidade de vida.

Perante estes sintomas e perante os resultados da ecografia, o médico de medicina interna conseguiu melhorar a minha situação de anemia através do ferro que me receitou e que passei a tomar diariamente. No entanto, o médico entendia que a cirurgia para retirar o útero seria precipitada. Fui encaminhada para ginecologia… aqui, o médico, de forma muito frontal, disse que teria que tomar uma decisão… ou retirava o útero (com todos os riscos inerentes), ou tentaria preservar o útero retirando apenas os miomas (sem garantias…. aliás, nesta cirurgia, corria o risco de ter que levar uma transfusão de sangue face aos diversos miomas que tinha). Mas em qualquer dos dois casos, tinha que fazer uma cirurgia, de “barriga aberta” na expressão do próprio médico, com anestesia e com o necessário e longo período de recuperação.

miomas uterinos antes

Fiz pesquisas sobre os riscos destes dois procedimentos cirúrgicos e fiquei, confesso, bastante assustada.

Decidi então marcar consulta para o Dr. Tiago Bilhim (radiologia de intervenção) pois já tinha ouvido falar sobre a embolização e já tinha também lido bastante sobre esta técnica. Durante as minhas consultas de medicina interna e de ginecologia falei sobre o tema mas aqui a resposta era sempre a mesma… ou desconheciam o procedimento ou simplesmente diziam que não aconselhavam, indicando que desta forma iria comprometer uma gravidez. Mas a solução que apresentavam era ainda mais drástica!

A consulta com o Dr. Tiago foi bastante objetiva e clara. Indicou-me que a embolização seria perfeita para o meu caso. O procedimento foi-me explicado de forma muito detalhada e trouxe logo comigo prescrição da medicação que teria que tomar antes e após a embolização.

Chegou então o tão esperado dia da embolização. Entrei no hospital às 08h. Fui recebida por uma equipa excecional. Por volta das 10h fui encaminhada para a sala onde seria feito o procedimento. Estava acordada, bem disposta e a falar com a equipa que estava comigo na sala. O procedimento durou cerca de 20 minutos, tendo sido completamente indolor. Depois de um período de recobro junto à sala e após a retirada do cateter introduzido na virilha, fui então encaminhada para o quarto.

Categorias

embolização uterina em miomas uterinos

O pior período decorreu entre as 14h e as 22h pois tive muitas náuseas e algumas dores. Estava pálida e com suores. Ainda assim, às 18.30 aproximadamente tive alta. Quando cheguei a casa senti necessidade de ir diretamente para a cama.

Dormi sem dores e sem náuseas. No dia seguinte, sentia-me outra…. Já não tinha náuseas nem dores, embora não tivesse apetite.

E durante uma semana foi assim que me senti… sem dores, sem náuseas… perfeitamente bem. Durante uma semana tomei a medicação recomendada. Na segunda semana após a embolização fiquei menstruada e tive episódios de algumas dores, um deles bastante complicado. Nessa altura contactei o Dr. Tiago Bilhim e o Dr. Nuno Costa que, com uma incrível disponibilidade, me indicaram que a situação era normal pois o útero estaria com contrações e a tentar libertar fragmentos de miomas.

Recomendaram então que recorresse a um SOS que me tinham prescrito logo na consulta inicial e que, imediatamente, me resolveu o problema. Estou entretanto na segunda menstruação após a embolização.

Por isso, julgo que já posso deixar um testemunho sobre os efeitos da embolização. Neste momento, a minha menstruação dura 3 a 4 dias, já não tenho qualquer hemorragia mas sim um ligeiro sangramento que não me incomoda. Deixei de ter medo de fazer deslocações durante a menstruação, posso ir tranquilamente fazer desporto ou passear durante o que antigamente denominava como “dias críticos”. Numa palavra… ganhei uma enorme qualidade de vida! Fiz análises dia 03 de agosto para perceber como estava a situação da anemia. Neste momento, tenho a hemoglobina já num valor normal e as minhas reservas de ferro estão próximo de 30, valor mínimo para a minha idade. 4 meses antes da embolização, antes de tomar ferro, tinha a minha ferritina a 3!).

Já disse por diversas vezes que a decisão de fazer a embolização uterina foi das melhores decisões da minha vida! Lamento apenas não a ter feito antes e lamento sinceramente que alguns médicos não procurem a melhor solução para os pacientes mas as soluções que mais lhes convêm!

As minhas desculpas por ter escrito tanto, mas sinto necessidade de o fazer pois acredito que existam muitas mulheres que sofram ainda aquilo que eu sofria e que para elas seja importante ler um testemunho um pouco mais detalhado.”

Marque a sua Consulta

Submeta o formulário em baixo para marcar a sua consulta com o Dr. Tiago

    tiago bilhim

    Marque a sua Consulta

    Submeta o formulário em baixo para marcar a sua consulta com o Dr. Tiago

      tiago bilhim