Testemunhos

Prof. Dr. Tiago Bilhim

Fernando – Hiperplasia Benigna da Próstata – Embolização Prostática

Hiperplasia Benigna da Próstata

Aos 42 anos já as minhas análises (PSA) davam sinais de que poderia vir a ter problemas de Hiperplasia Benigna da Próstata (HBP), e de facto não passaram muitos anos até começar a ter alguns sinais, embora na altura não me tenha apercebido do que se tratava nem do que daí se viria a desenvolver.

Certo é que embora nunca tenha tido necessidade de me levantar a meio da noite para urinar, comecei a ter episódios muito esporádicos de não conseguir urinar imediatamente a seguir ao levantar de manhã, e com frequência comecei a sentir urgência em urinar ao longo do dia, situação esta que se foi agravando com o passar do tempo.

Ao ponto de aos 48 anos ter tido a minha primeira retenção urinária grave, o que me levou a ser internado no hospital com uma hematúria e permanecer algaliado durante algum tempo, tendo passado desde então a tomar medicação diária.

Na altura seguido por Urologistas apenas se perspetivavam intervenções cirúrgicas convencionais, quando a minhas queixas não o permitissem adiar por mais tempo. Era uma situação que não era do meu agrado dadas os riscos e algumas complicações adversas consequentes de alguma medicação proposta, ou das intervenções em si.

Foi por esta altura que tomei conhecimento através de um colega com problemas semelhantes, do Hospital de Saint Louis, do entretanto falecido Prof. Dr. Martins Pisco e do tratamento inovador por si introduzido e pela sua equipa (EAP – Embolização das Artérias Prostáticas).

Desde logo fiquei inclinado a sujeitar-me a este tipo de intervenção por se tratar de um tratamento ambulatório minimamente invasivo e sem cirurgia, por estar a demonstrar muito bons resultados e ser bastante bem aceite pela comunidade internacional de Radiologia de Intervenção. Os princípios associados a este tratamento também desde logo me pareceram fazer todo o sentido, serem credíveis e poderem potenciar uma solução simples para o meu problema.

Fernando - Embolização Prostática

Fiz os exames necessários que felizmente confirmaram ter condições clínicas para me sujeitar a uma intervenção por EAP e rapidamente esta foi agendada. A intervenção correu de forma rápida, sem dor e tendo permanecido sempre consciente. Não sem no entanto ter tido ainda um segundo episódio de retenção urinária alguns dias antes da intervenção programada.

Saí do Hospital de Saint Louis no próprio dia pelo meu próprio pé, e o processo de recuperação foi bastante rápido (alguns dias). Desde logo deixei de tomar qualquer tipo de medicação, situação que se mantém até à data de hoje!
Passados dois anos e meio, não voltei a ter episódios significativos de urgência em urinar, nem qualquer espécie severa ou moderada de retenção urinária.

Logo após o tratamento o PSA apresentou de forma extraordinariamente rápida uma regressão espantosa para níveis normais (muito bons até), o volume da próstata também diminui consideravelmente, tendo no entanto ambos retomado algum nível de crescimento ainda que de forma muito moderada.

Não posso obviamente adivinhar o futuro, mas pelo menos por este tempo e certamente mais algum, evitei qualquer tipo de intervenção cirúrgica invasiva, eventuais efeitos secundários indesejáveis e aboli totalmente a medicação diária.
Posto isto, e da minha experiência apenas posso recomendar vivamente a todos os que sofram de problemas semelhantes, que considerem a EPA e marquem a sua consulta junto deste hospital.

Deixo aqui o meu sincero agradecimento ao Prof. Dr. Martins Pisco, ao Prof. Dr. Tiago Bilhim e restante equipa, por terem ajudado a restaurar de forma significativa a minha qualidade de vida nestes últimos anos.

Fernando Correia, 53 anos“

Categorias

Marque a sua Consulta

Submeta o formulário em baixo para marcar a sua consulta com o Dr. Tiago