Blog

Embolização Uterina

Menstruação prolongada: o que é, causas e consequências

menstruação prolongada

O que é a menstruação prolongada?

A menstruação prolongada é um dos sinais da hemorragia uterina anómala. A hemorragia uterina anómala pode se traduzir por perda de sangue fora do período menstrual habitual (metrorragia), ou por uma quantidade de sangue perdida muito grande (menorragia). A menorragia pode ser devida a um número elevado de dias com menstruação, ou seja a uma menstruação prolongada, ou ser devida a um aumento do fluxo de sangue perdido, mas com uma duração habitual.

Aproximadamente uma em cada 20 mulheres entre os 30-50 anos tem queixas desta condição, sendo a razão para referenciação ao ginecologista em 12% das consultas. Menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala é classificada como sendo superior a 80mL por dia. Contudo, dado que esta classificação não é facilmente colocada em prática, hoje em dia classifica-se de menstruação prolongada ou de hemorragia uterina anómala qualquer perda de sangue durante a menstruação que seja excessiva, interferindo com a qualidade de vida física, psíquica, social, emocional ou material da mulher.

A menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala podem ser a única queixa, mas também podem surgir associadas a outras queixas como dor pélvica ou infertilidade. A severidade pode ser quantificada com questionários específicos para avaliar o impacto na qualidade de vida da mulher.

A principal causa é a presença de fibromiomas uterinos. Outras causas menos frequentes incluem disfunção da ovulação, adenomiose, endometriose, pólipos do endométrio, e hiperplasia do endométrio. Felizmente, a principal causa é facilmente tratável, pois existem várias opções de tratamento para os fibromiomas uterinos.

Possíveis consequências

A menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala tem um enorme impacto na qualidade de vida. Pode provocar elevado desconforto devido a sangramento intenso durante a menstruação, com eliminação de coágulos, aumento do número de dias com menstruação, alteração dos ciclos menstruais e sensação de fadiga.

A menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala pode provocar ansiedade devido à imprevisibilidade sobre a quantidade de sangue perdido ou a duração da menstruação. Pode levar a preocupações para a realização de viagens, interferir com a actividade física, com o trabalho, provocar cansaço e levar a uma diminuição da quantidade de tempo utilizado com actividade física. Algumas mulheres podem chegar ao ponto de sentir que não têm controlo sobre a própria vida, tendo medo de sujar a roupa e de sair à rua.

Uma vez que a menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala pode levar a anemia, é frequente a mulher sentir-se pouco produtiva, cansada e com sonolência durante o dia, interferindo com as actividades habituais. Nestes casos, pode mesmo interferir com as actividades sociais e com os níveis de felicidade. Assim, não é raro que a mulher com menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala se sinta frequentemente triste, sem coragem ou mesmo desesperada.

Em situações extremas pode mesmo levar à depressão, com choro fácil. A menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala pode fazer com que a mulher se preocupe com a sua própria saúde, planeie as suas actividades diárias meticulosamente, com recurso a vários pensos higiénicos por dia e, em situações extremas, fraldas. Isto pode levar a situações constrangedoras com a preocupação de estar em público com a roupa suja. Algumas mulheres utilizam roupa mais larga durante o período menstrual para tentar ultrapassar estes riscos.

Estas situações geram uma enorme incerteza, causando irritação, tristeza, sensação de falta de controlo sobre a própria vida. Pode, também, levar à sensação de perda de energia, redução do desejo sexual, sedo frequente a mulher evitar ter relações sexuais.

As principais causas da menstruação prolongada

A menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala é frequentemente causada por fibromiomas uterinos quando estão localizados na parede do útero ou com crescimento para o interior da cavidade uterina. Os fibromiomas uterinos são tumores benignos que podem ser facilmente tratados por cirurgia ou, de forma menos invasiva, através da embolização uterina.

A embolização uterina permite melhorar a qualidade de vida das mulheres tratadas, eliminado a menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala. A embolização uterina é minimamente invasiva, indolor ou praticamente indolor e dura cerca de 30m. A doente sai do hospital pelo seu próprio pé no mesmo dia podendo regressar a casa e não tendo de ficar internada.

Nas mulheres com esta condição, a embolização uterina permitiu tratar estas queixas em 85% das doentes tratadas e mais de 90% têm uma melhoria significativa da qualidade de vida. Até 80% das mulheres tratadas têm uma melhoria significativa da função sexual. A embolização uterina permite tratar os fibromiomas/adenomiose que são as causas mais frequentes de menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala, melhorando de forma categórica todos os aspectos da função sexual e a qualidade de vida das mulheres.

A embolização uterina permite tratar doenças uterinas, a menstruação prolongada ou hemorragia uterina anómala e preservar a integridade corporal e uterina e, desta forma, melhorar a qualidade de vida das mulheres, preservando a feminidade.

Categorias

Entre em Contacto.

Submeta o formulário em baixo para marcar a sua consulta com o Dr. Tiago

    Entre em Contacto.

    Submeta o formulário em baixo para marcar a sua consulta com o Dr. Tiago

      2023-01-05T17:26:50+00:00Janeiro 5th, 2023|Embolização Uterina|
      Go to Top