Blog

Prof. Dr. Tiago Bilhim

Disfunção erétil – Conheça o tratamento por Embolização

A disfunção eréctil é um dos sintomas que pode afectar os homens, geralmente a partir dos 50 anos de idade. Pode ser também acompanhada de disfunção da ejaculação. Quando avaliadas em conjunto, a disfunção eréctil e da ejaculação denominam-se de disfunção sexual.

A disfunção eréctil pode manifestar-se como dificuldade em ter um erecção ou dificuldade em manter a erecção durante o acto sexual.

A disfunção ejaculatória traduz uma redução ou ausência do volume de líquido ejaculado durante o acto sexual.

Quer a disfunção eréctil, quer a disfunção da ejaculação podem estar associadas à hiperplasia benigna da próstata (HBP).

 A hiperplasia benigna da próstata (HBP) é uma hiperplasia e não uma hipertrofia, ou seja, é um aumento no número de células dentro da próstata, que leva a que a próstata aumente de tamanho. Como a próstata está por baixo da bexiga em redor de um canal que permite o esvaziamento da bexiga (uretra), ao aumentar de tamanho pode levar a uma obstrução da bexiga.

Desta forma, geralmente manifesta-se por dificuldades urinárias. Trata-se de uma doença benigna, ou seja, não é um tumor maligno nem cancro.

A HBP clinicamente significativa a necessitar tratamento só aparece em 50% dos homens com próstatas de dimensões aumentadas acima dos 50 anos podendo atingir 80% dos homens aos 80 anos.

A HBP pode levar a disfunção eréctil e/ou disfunção da ejaculação. A medicação prostática utilizada na HBP também pode levar a disfunção eréctil e/ou disfunção da ejaculação.

disfuncao eretil hiperplasia benigna da prostata

Até há alguns anos atrás, os homens com hiperplasia benigna da próstata (HBP) e queixas urinárias graves ou mesmo retenção urinária apenas tinham duas opções de tratamento: medicamentos e cirurgia.

Quer os medicamentos para a próstata, quer a cirurgia prostática acarretam muitos efeitos adversos, nomeadamente na ejaculação e erecção, com impacto negativo na vida sexual. Havia falta de uma opção de tratamento minimamente invasiva, como alternativa à cirurgia ou à medicação, que permitisse tratar as queixas urinárias, com menos complicações.

Foi por isso que o nosso centro desenvolveu uma técnica pioneira para tratar os doentes com hiperplasia benigna da próstata (HBP) e queixas urinárias graves ou retenção urinária – a embolização prostática.

A embolização prostática é mais eficaz que os tratamentos médicos, tem efeitos comparáveis à cirurgia, sem as complicações associadas à cirurgia. Com a embolização prostática, a função sexual não é afectada e há uma melhoria significativa das queixas urinárias.

disfuncao eretil tratamento

A embolização prostática permite aliviar as queixas urinárias, preservando a ejaculação e sem afetar a ereção.

Trata-se, assim, do único tratamento seguro e eficaz, que permite preservar a função sexual dos homens com hiperplasia benigna da próstata.

Iniciamos esta técnica pioneira para tratar os sintomas urinários dos doentes com hiperplasia benigna da próstata há 10 anos. Neste momento já tratamos mais de 1600 doentes e demonstramos que se trata de uma técnica segura e eficaz, com excelentes resultados a curto, médio e longo prazo.

Trata-se de um tratamento indolor, minimamente invasivo, sem cortes nem bisturi, sem manipulação da uretra nem necessidade de algaliação. Abordamos a próstata através das artérias. Desta forma, a recuperação é imediata, com muitos doentes a referirem melhoria imediata dos sintomas urinários.

Trata-se de um procedimento complexo em que a experiência e conhecimento anatómico são essenciais para poder obter bons resultados.

Entre em contacto comigo, preenchendo o formulário abaixo, e saiba tudo sobre os tratamentos de embolização e os benefícios que estes já trouxeram a tantos pacientes!

Marque a sua Consulta

Submeta o formulário em baixo para marcar a sua consulta com o Dr. Tiago

tiago bilhim

Marque a sua Consulta

Submeta o formulário em baixo para marcar a sua consulta com o Dr. Tiago

tiago bilhim
2021-07-23T11:21:08+00:00