Blog

Prof. Dr. Tiago Bilhim

Dores testiculares – conheça as causas e o tratamento.

dores testiculares

As dores testiculares são um problema de saúde frequentemente negligenciado pelos doentes. Muitas vezes por timidez, os homens não querem admitir que têm dor ou desconforto testicular e não procuram assistência médica. Isto pode levar a que doenças potencialmente graves evoluam e deixem de ser tratáveis. A radiologia de intervenção, através dos tratamentos por embolização pode ser muito relevante no diagnóstico clínico das causas e também no tratamento de algumas causas, como o varicocelo. 

Numa primeira análise deve ser avaliado o testículo com ecografia para excluir lesões sólidas ou tumores testiculares que possam ser a causa das dores. Se esse for esse o caso, o tratamento cirúrgico estará indicado. Contudo, o mais frequente é que as causas sejam uma inflamação ou infecção do testículo ou epidídimo, sendo que o tratamento é médico, com anti-inflamatórios e antibióticos. Uma outra causa menos frequente de dores testiculares, sobretudo na criança e jovem adulto, é a torção testicular que dá uma dor aguda e que deve ser identificada e operada o mais precocemente possível. 

No entanto, a causa mais frequente de dor testicular é o varicocelo, que geralmente tem uma longa duração. O varicocelo geralmente dá dor no testículo, sensação de peso no testículo ou aumento do tamanho do escroto (pele em volta do testículo). Como é muito mais frequente à esquerda, geralmente estas queixas são à esquerda. 

As dores e sensação de peso no testículo causadas pelo varicocelo variam de intensidade, podendo ser apenas ligeiras ou muito intensas, aumentam com a prática de exercício físico, pioram ao longo do dia e melhoram quando o doente está deitado. Como a congestão venosa no interior do varicocelo depende do efeito da gravidade, estes sintomas pioram com a posição erecta e vão-se agravando ao longo do dia. 

Pode não dar dores ou sintomas e a única manifestação ser atraso no desenvolvimento do testículo (quando afecta as crianças) ou dificuldade em engravidar (quando afecta os adultos). Numa fase inicial o varicocelo não é visível, contudo com o tempo, o varicocelo pode aumentar de tamanho e tornar-se visível.

Tratamento Dores sexuais

O varicocelo ou varicocele são dilatações de veias ou varizes em torno do testículo. Localizam-se em volta do testículo, no interior das bolsas escrotais ou escroto (pele que envolve os testículos), sendo muito mais frequentes à esquerda que à direita. As veias responsáveis pelo varicocelo chamam-se de veias espermáticas ou testiculares e passam no interior do cordão espermático, no trajecto inguinal. 

O varicocelo é um problema de saúde muito comum do homem, afectando até 15% da população adulta jovem, sendo o seu pico de incidência, ou seja, mais frequente entre os 15 e 25 anos.

Não se sabe a causa exacta do varicocelo. O varicocelo forma-se quando as válvulas no interior das veias do cordão espermático ficam insuficientes.

Nestes casos o sangue venoso passa a refluir, ou seja, em vez de ir do testículo para cima, passa a refluir, acumulando-se em torno dos testículos, dentro das bolsas escrotais. Isto causa inchaço ou edema com alargamento das veias, fazendo com que a bolsa testicular aumente de dimensões e podendo causar algumas dores.

anatomia varicocelo

O excesso de peso pode ser um fator de risco para a formação do varicocelo, mas na maioria dos casos não se sabe qual a causa. 

A embolização do varicocelo é feita com o doente acordado, sob anestesia local. É introduzido um cateter na virilha direita ou numa veia do pescoço. O cateter é avançado até às veias dilatadas ou varizes perto do testículo. Quando se alcança este local são injectados produtos que permitem entupir ou bloquear estas varizes. Este processo de bloqueio ou encerramento das veias chama-se de embolização. Permite, assim, tratar os sintomas (dor e aumento ou peso no testículo) e melhorar a função dos espermatozoides ao ocluir todas as veias dilatadas perto do testículo. 

dores testiculares- varicocelo

A embolização é totalmente indolor, dura cerca de 30 minutos e com recuperação imediata. O doente entra e sai pelo próprio pé, não precisa de ficar internado no hospital. A recuperação após a embolização do varicocelo é excelente, com uma recuperação imediata. 

No final do procedimento é colocado um penso na virilha ou no pescoço. Como se trata de um procedimento realizado através de uma veia, o doente pode ter alta e começar a andar normalmente 1 a 2 horas após o tratamento. A recuperação é feita num quarto durante 2 horas. 

Geralmente os doentes não têm dores e poderão ter alta do hospital no mesmo dia da embolização, ou seja, um tratamento em ambulatório. Recomendamos um descanso ligeiro no próprio dia e evitar grandes esforços físicos no dia seguinte. O retorno às práticas normais de vida diária pode ser imediato. 

Como o procedimento não causa dores, geralmente não é preciso nenhuma medicação. Contudo, em alguns casos de dor ligeira pode ser prescrita medicação analgésica para as dores e anti-inflamatória para diminuir a inflamação que possa surgir após a embolização. Uma vez que é um tratamento muito seguro, eficaz e de recuperação imediata é uma das opções de tratamento favoritas da maioria dos homens com varicocelo.

Se quiser saber mais sobre varicocelo, tratamentos por embolização, tratamentos preservadores de fertilidade e da função sexual e embolização, preencha o formulário abaixo e entre em contacto comigo.

Marque a sua Consulta

Submeta o formulário em baixo para marcar a sua consulta com o Dr. Tiago

tiago bilhim

Marque a sua Consulta

Submeta o formulário em baixo para marcar a sua consulta com o Dr. Tiago

tiago bilhim
2021-05-06T11:42:37+00:00